Instale o editor 3D Blender no Ubuntu

No mundo da edição e mo­de­lagem em 3 di­men­sões existe um sem nú­mero de pro­gramas, al­guns de­di­cados a fun­ções es­pe­ci­ficas e ou­tros mais abran­gentes no nú­mero de pos­si­bi­li­dades. Apesar de tudo, grande parte desses pro­gramas são pagos, ou então são muito li­mi­tados no que toca a ca­rac­te­rís­ticas.
Esse não é o caso do Blender, um software livre e com o seu có­digo fonte aberto à co­mu­ni­dade. Este é um pro­grama que lhe per­mite fazer mo­de­lagem em 3d, ani­mação e até criar jogos com o seu motor de­di­cado.
Tudo de­pen­derá da sua ca­pa­ci­dade de apren­di­zagem, mas com o tempo certo, e a fa­ci­li­dade de uti­li­zação do Blender, po­derá tornar-se num ex­ce­lente mo­de­lador 3D.

BLENDER EM AÇÃO

Apesar de ser um software livre, o Blender não fica atrás de qual­quer outro pro­grama em­pre­sa­rial, veja por si mesmo no se­guinte mini-filme ani­mado pelo Blender.
Com o Blender o uti­li­zador terá à sua dis­po­sição um sem nú­mero de fer­ra­mentas de mo­de­lagem em 3D, po­dendo criar desde mo­delos sim­ples com poucos po­lí­gonos, até re­tratos ex­tre­ma­mente de­ta­lhados e pai­sa­gens de cortar a res­pi­ração.
Também per­mite uma ani­mação de fluídos bas­tante ve­ros­símil e re­a­lista, o que con­ju­gado com uma boa fí­sica cria um am­bi­ente de si­mu­lação per­feito tanto para ama­dores como para pro­fis­si­o­nais.
Serão de se­guida ex­pli­cadas duas formas de ins­ta­lação do Blender. A pri­meira ex­pli­cará como uti­lizar o pro­grama dis­po­nivel no web­site ofi­cial, sendo esta a forma mais sim­ples de uti­lizar o pro­grama é também a re­co­men­dada.
Na se­gunda irá ins­talar um PPA que uti­liza a versão mais atual do pro­grama dis­po­nível por SVN, sendo esta re­co­men­dada a uti­li­za­dores sem medo de even­tuais bugs de com­pi­lação.

INS­TA­LAÇÃO

INS­TA­LAÇÃO VIA WEB­SITE

A versão do pro­grama dis­po­ni­bi­li­zada pelo web­site é muito sim­ples de uti­lizar, pois o pro­grama já vem com­pi­lado e pre­pa­rado para ser pron­ta­mente uti­li­zado, desta forma é re­co­men­dado para uti­li­za­dores que não gostem muito de mexer no ter­minal do ubuntu.
Trans­fira agora pro­grama re­fe­rente à ar­qui­te­tura do seu sis­tema ope­ra­tivo Ubuntu, caso não se re­corde se ins­talou a versão de 32 ou 64 bits do Ubuntu con­sulte o se­guinte ar­tigo para des­co­brir.

Caso o seu sis­tema seja de 32 bits trans­fira o se­guinte pa­cote:

No en­tanto caso uti­lize a versão de 64 bits terá de trans­ferir este pa­cote:
Assim que a trans­fe­rência ter­mine ex­traia o con­teúdo do ar­quivo para uma pasta à sua es­colha e inicie o pro­grama com um duplo clique no fi­cheiro “Blender“.

INS­TA­LAÇÃO VIA PPA

A ins­ta­lação do Blender via PPA é a mais sim­ples deste ar­tigo, e a re­co­men­dada pelos re­da­tores do Ubunted. Este não é um PPA ofi­cial do Blender, sendo sim man­tido por ou­tros uti­li­za­dores que com­pilam quase di­a­ri­a­mente a versão mais re­cente do pro­grama.
Abra o ter­minal do Ubuntu (dis­po­nivel através do Dash) e in­sira o se­guinte co­mando para adi­ci­onar o PPA ao seu sis­tema.
sudo add-apt-re­po­si­tory ppa:cheleb/blender-svn -y && sudo apt-get up­date
Assim que a atu­a­li­zação de pa­cotes dis­po­ní­veis ter­minar, po­derá ins­talar o Blender com o se­guinte co­mando ou cli­cando no botão la­ranja:
sudo apt-get ins­tall blender
Sendo a com­pi­lação muito fre­quente, po­derá en­con­trar al­guns bugs oca­si­o­nais de­ri­vados das atu­a­li­za­ções cons­tantes. Caso en­contre algum bug ou pro­blema na sua ins­ta­lação avise os donos do PPA na se­guinte pá­gina:


Fonte e Crédito: aqui

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre