9° Aula - Introdução ao Shell: o que você precisa saber sobre o interpretador de comandos Linux

Você acaba de entrar no sistema, acessa um terminal e a primeira coisa que você deve saber é sobre o interpretador de comandos. Um interpretador de comandos é um mediador entre o usuário e a máquina. Sendo o termo Shell utilizado para se referir aos programas de sistemas do tipo Unix. Portanto todo usuário Linux deve conhecer o interpretador Shell do Linux!

O que é Shell

O Shell é um módulo que atua como interface usuário <-> sistema operacional, possuindo diversos comandos internos que permitem ao usuário solicitar serviços do sistema operacional. O Shell também implementa um linguagem simples de programação que permite o desenvolvimento de pequenos programas (os famosos Shell Scripts).
Fonte


Você informa algum comando e o interpretador lê o que você digitou e executa a tarefa correspondente. Imagine se não houvesse um interpretador de comandos!! Não haveria possibilidade do usuário interagir com o sistema. 

Os interpretadores mais comuns são: sh, bash, ash, csh, tcsh e ksh. O mais usado é o bash.


Um pouco sobre o Shell Bash

Simplesmente é o Shell padrão da grande maioria das distribuições Linux. 

Quem já trabalha com programação ou sabe o básico da lógica de programação, reconhece que tudo isso (Shell) se refere a uma maneira de informar (através de comandos) o que o sistema deve fazer. Portanto existem algumas peculiaridades importantes que devem ser listadas (Fonte):

  • Comandos Linux: os caracteres MAIÚSCULOS e minúsculos fazem diferença. Case Sensitive
  • No Linux, não existem extensões .EXE, .COM especial para programas executáveis. Ao invés disso, os arquivos têm permissão de executável ou não.
  • O Linux é um sistema multi-tarefa, por isso, ele pode ser acessado por vários consoles ao mesmo tempo, assim como pode ser rodado vários programas ao mesmo tempo. Para mudar o console do 1 a 6, utilize Alt-N, onde o N corresponde ao número do console. Exemplo: Alt-F1, Alt-F2, Alt-F3, Alt-F4, Alt-F5 e Alt-F6.
  • Exite um recurso muito interessante nas Shells do Linux, que é o tab completion. Com ele você pode completar comandos ou nomes de arquivos mais rapidamente sem precisar digitar tudo. O Linux irá completar o comando ou arquivo para você.

Mas embora o Linux possua diversas interfaces gráfica bastante simples, ainda é preciso por vezes usarmos a linha de comando. Esse modo é extremamente poderoso e rápido, porém implica que você saiba para que serve cada comando e seus diversos parâmetros!

Então resolvi disponibilizar alguns links onde pode encontrar informações sobre diversos comandos utéis para seu dia-a-dia!

Essa lista de páginas irá fazer você se familiarizar com os comandos básicos do GNU/Linux. Não é um guia completo de comandos, somente uma introdução para complementar as ferramentas gráficas. 

Recomendo que leia:
  1. Comandos Basicos - Wiki Ubuntu
  2. 10 comandos que todo usuário Linux deve saber
  3. A linha de comando fica mais fácil com o CLI Companion
Artigo originalmente publicado por Ricardo Ferreira Costa do Blog Linux Descomplicado

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre