Como Fazer um Convite de Chá de Bebê


"A pedido de uma futura mamãe, Bruna, eis o tutorial de como fiz os ajustes do convite de chá de bebê da Isabella. Este tutorial tem sido muito solicitado pelas futuras mães ou seus familiares interessados em fazer a festa relacionada. Se ler com atenção terá condições de fazer o convite. As perguntas tem sido muito repetitivas a respeito deste artigo. Por favor leia-o por inteiro antes de postar uma dúvida."
Veja o tutorial em vídeo para maiores esclarecimentos e melhor aprendizagem em: tutorial em vídeo
convite-cha-de-bebe-800x537
Figura1
Primeiro baixe o modelo que deseja na internet. Escolhi o modelo acima.

Agora vamos ao processo de alteração

dicas-teclas-de-atalho-cx-de-ferramentas
Vamos coletar alguns pedaços de imagem de fundo para usarmos depois como pinceis. Eis a técnica.

Escolhemos a seleção livre (tecla F ou clicamos na caixa de ferramantas na figura corresponte – repare que se estacionarmos o mouse na ferramenta aparece uma dica sobre o que cada uma faz – figura 2.

Damos um zoom para ampliar a imagem e ficar melhor para fazer a seleção (CTRL+giro do botão do meio do mouse = ampliar/reduzir visualização, figura 3)

Clica-se com a ferramenta seleção livre e contornamos. Qaundo terminarmos pressionamos as teclasCTRL+C para copiar a seleção (igual a quase todos os programas). Então criamos um novo documento (CTRL+N) , escolhendo fundo transparente. Colamos a figura (CTRL+V) e teremos a figura que desejamos usar como pincel depois.

salvar-como-pincel.jpg

Repare que para usar uma imagem como pincel no Gimp, basta salvar esta imagem ciom a extensão “.gbr“. E o arquivo deve ser salvar em umas das seguintes pastas – no Windows, por exemplo:


C:/Usuario/…/gimp-2.6/brushes ou

C:/Arquivos de Programas/GIMP-2.0/share/gimp/2.0/brushes

Agora basta reiniciar o programa e novo brush aparecerá na caixa de diálogo de ferramentas pinceis do GIMP (figura 5).

Selecionamos a ferramenta pincel (tecla P) e escolhemos a figura que acabamos de salvar como tal. Podemos usá-la para pintar flores, em nosso caso.


Devemos fazer isso antes de apagarmos o fundo, claro. Podemos repetir esse processo para o conjunto de flores e o fundo da imagem que desejarmos reutilizar.

Antes de prosseguirmos, adicionemos um canal alfa à figura (caminho mostrado na figura 7).


Figura 7

Isso para quando apagarmos alguma parte da imagem o fundo fique transparente, como na figura 10.

ferramenta-clonagem
Figura 9
clonando-para-compor-figura
Figura 8
Com as partes da imagem original salvas como pincel podemos apagar o fundo e deixamos somente a moldura sem alterar.
Podemos apagar as partes que não ficam tão próximas da moldura com a ferramenta borracha (SHIFT+E, figura 8a) ou utilizamos a ferramenta seleção livre (tecla F).
Após apagar o fundo da imagem, verifacamos que existem letras por cima da moldura. Chegou a hora de entrar em ação a ferramenta Clonagem (tecla C, figura 8 e 9).
Para começarmos a usar esta ferramenta é necessário escolher cuidadosamente a região a ser clonada – a mais semelhante possível à que será coberta ou substituída. Escolha nas opções da caixa de ferramentas o modo alinhado, por exemplo.
ferramenta-borracha
Figura 8a
Faça alguns testes e pressione as teclas CTRL+ Z para desfazer a ação e modificar para valer a imagem. Com cuidado comece a clonar o acabamento rosa da borda da moldura. Mude a clonagem de direção, posição ou sentido , se necessário, pressionando, para isso, CTRL+clique.
Também é importante selecionar um tamanho adequado ao da região a ser replicada (ver áreas destacadas na figura 9).
Curiosidade: a ferramenta clonagem é muito usada pelas revistas para fazer retoque em fotos, deixar a pele llisa, retirar manchas e espinhas de seus modelos e muitos outros truques.
A imagem deverá ficar parecida com a figura 10.
Retirando o Fundo
Figura 10
Nossa imagem está no ponto de receber as frases e fundo novos. Criemos uma nova camada com fundo branco (SHIFT+CTRL+N) abaixo da camada atual ou depois de criada enviá-la para baixo (figura 11).
camadas-alterando-pilha
Figura 11
Com a camada na posição abaixo da moldura rosa, vamos compor o fundo novo lançando mão da ferramenta pincel  (tecla P) – modelo novo que criamos…(ver figura 12)
pinceis-novos
Figura 12
preenchendo-fundo
Figura 12a
Primeiro peguemos o pincel de preenchimento de coração. Iniciamos o processo de composição clicando na camada nova que acabamos de criar  e completando todo o espaço branco (figura 12a e 12b).
Quanto terminar a tarefa anterior, mudemos de pincel para as flores que podem ser usadas à vontade e a seu bel prazer e desejo. Fique livre para fazer uma bela arte.
Não se preocupe se os primeiros tabalhos não sairem como gostaria, mas tenha paciência  e logo estará bem familiarizado com as ferramentas desse maravilhoso software livre – Gimp.
preenchendo-o-novo-fundo
Figura 12b
Este software não deixa nada a desejar em relação aos pagos, para mim. Tenho usado ele há mais de três anos e tenho orgulho de falar isso. Eu o recomendo a todos que conheço e agora para os que não conheço também. Faça bom uso.

Minha composição ficou dessa forma, mas pode ficar da maneira que você quiser (figura 13).

recompondo-a-imagem
Figura 13
Eu deixei o mais simples possível para não ter complicações. Só fica faltando a parte do texto. Para ver como fiz isso basta acessar outra postagem que fiz devido a extensão do atual. Efeito em Texto com Script-Fu


Baixe o arquivo editável do convite de chá de bebê em formato (.xcf) nativo do GIMP.

Fonte e Todos os Créditos: aqui

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre