Microsoft só tem 20% de participação no novo mercado de TI

Segundo o Goldman Sachs, somando PCs, smartphones e tablets, a Microsoft perde para a Google e a Apple em sistema operacional

A fatia total de mercado da Microsoft em computadores, incluindo PCs, tablets e smartphones, caiu de 97% no ano 2000 para 20% em 2012 e sua fatia da pizza será menos que a metade da fatia da Google e quatro pontos abaixo da Apple. Quem diz é o banco de investimentos Goldman Sachs em relatório publicado recentemente.

Para chegar a esses números, o Goldman Sachs considera o mercado total formado por todos os aparelhos digitais com capacidade computacional - PCs, tablets e smartphones - e compara a participação em sistema operacional da Microsoft, Google e Apple.

Nos anos de ouro da Microsoft, lá pelo ano 2000, 97% dos computadores rodavam sistemas operacionais da Microsoft. No final deste ano, a Microsoft vai cair para 20% de market share; abaixo da Google, que terá 42% com o Android e da Apple, que deverá deter 24% do mercado com iOS e OSX. Os 14% restantes ficam reservados para outros sistemas operacionais.


O banco não vê a Microsoft voltando a ser a rainha dos computadores num futuro próximo. As projeções indicam que por volta de 2016 a Microsoft terá 26% de participação no mercado, a Google terá 39% e a Apple a fatia de 29%, caindo os outros sistemas operacionais para apenas 5% de market share.

O motivo da queda da Microsoft é claramente seu desempenho ruim em mobile, um cenário que o Goldman Sachs não vê mudando. O relatório também diz que possivelmente os tablets serão o centro do universo computacional e que as pessoas que comprarem tablets de um determinado sistema operacional tenderão a comprar smartphones com sistema operacional da mesma empresa.

Segundo reportagem publicada no jornal Seattle Times, o alerta do Goldman Sachs para a Microsoft é como se segue: "Microsoft está enfrentando uma batalha difícil (mas não insuperável) dado que ela não tem participação importante nem em tablets nem em smartphones e por conta disso vai precisar depender dos usuários corporativos ajudarem a gerar interesse por seu sistema operacional, enfrentando um ecossistema complementar que vai permanecer nas mãos das plataformas iOS e Android por pelo menos nos próximos 6 a 12 meses. Mesmo assim, estamos otimistas que a Microsoft será capaz de retomar algum market share nos próximos anos assumindo que haverá interesse positivo pelos seus sistemas operacionais recém-lançados para tablets e smartphones".

Não tenho dúvidas que a Microsoft sabia que sua participação de mercado estava despencando. Mas a sua resposta para o problema está errada, na minha opinião, por ter desenhado um sistema operacional para PCs que funciona melhor em tablets do que em computadores. Ela deveria, ao contrário, ter se focado em desenhar o melhor sistema operacional para tablets e um excelente sistema operacional para PCs, como a Apple fez. O modelo "tamanho único" de sistema operacional não vai devolver o market share perdido para a Microsoft.

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre