Recorte de cabelos ao extremo com GIMP 2.8


Neste tutorial do Luiz Rezende (blog valeucara) você aprenderá como recortar cabelos rebeldes no GIMP utilizando uma técnica eficiente. O objetivo é recortar a foto da modelo da imagem de exemplo e aplicá-la em outro plano de fundo. 

O detalhe: os cabelos da modelo estão ao vento, mas devem ser criteriosamente preservados. Aceita o desafio?

E então? Dá para encarar o desafio? Com o Gimp dá.


Usarei a versão 2.8.2 que traz uma série de melhorias com relação às versões anteriores. Então, vamos começar...

PASSO 1

Abra a foto que você deseja fazer o recorte. Na janela de canais, clique nos ícones dos "olhinhos" que aparecem ao lado de cada uma das três miniaturas da imagem - cada qual representando um canal de cor. Desative os três canais de cores e reative somente um de cada vez buscando observar qual canal apresenta mais intensidade de contraste com o fundo. De maneira geral é o verde.

Caso a imagem não esteja no formato de cores RGB, vá no menu "Imagem > Modo > RGB". Se a janela de canais estiver aparecendo, vá em "Janela > Diálogos de encaixe > Canais".

PASSO 2

Duplique o canal verde. Para isso clique com o botão direito do mouse sobre o canal e no menu de opções escolha "Duplicar canal", conforme mostra a figura acima.

PASSO 3

Vá até a guia "Camadas" e crie uma nova camada, selecionando o primeiro ícone que aparece no rodapé da janela de camadas - conforme indica a seta na imagem acima.

Outra alternativa para criar uma nova camada é ir no menu "Camada > Nova camada..." ou ainda usar o atalho do teclado "Ctrl+Shift+N".

Feito isso isso surgirá a janela "Nova Camada" em que você poderá encontrar um conjunto de opções. Não modifique nada, mantenha tudo conforme é exibido. Aqui o que interessa para nós é o tipo de preenchimento da camada, escolha "Branco", conforme mostra a imagem acima e dê OK.

A nova camada deve ficar posicionada acima da nossa imagem principal:


PASSO 4

Volte para a guia "Canais" e selecione a Cópia do Canal Verde. Preste atenção, pois somente este canal deverá estar selecionado, igualzinho mostra a figura acima. Desmarque os outros canais e deixe marcado somente a Cópia do Canal Verde - o último que está posicionado embaixo. A partir de agora, será neste canal duplicado que passaremos a realizar mudanças na imagem. É por isso que um dos canais foi duplicado. Caso fizéssemos alterações nos canais principais estaríamos mudando toda a composição original da imagem e nosso objetivo aqui não é esse.

O que você deverá ver na janela de canais deve estar idêntico à imagem acima - apenas o canal que foi duplicado estará selecionado (aqui, representado pela linha de fundo azulado).
Não está dando certo, minha imagem aparece como um quadro totalmente branco. O que fiz de errado?


Primeiro de tudo, calma! No canal copiado, aquele ícone do olhinho, que aparece do lado da miniatura da imagem, é bem provável que esteja desativado. Se o olhinho não aparecer é porque realmente está desativado. Ative-o dando um clique com o mouse ao lado esquerdo da miniatura da imagem - ou seja, a miniatura da "Cópia do Canal Verde", na mesma reta em que aparece os demais "olhinhos".

PASSO 5

Agora vamos começar a mexer para valer em nossa foto. A essa altura, você irá perceber sua fotografia está em preto e branco. Não se preocupe! Cada etapa é proposital e fundamental para facilitar o nosso serviço e alcançar o melhor resultado possível. No final sua foto estará perfeita!

Vá no menu "Cores" e escolha a opção "Inverter":


Sua imagem ficará em "negativo" conforme pode ser visto abaixo:


PASSO 6

Aumente um pouco o contraste da imagem. Vá no menu "Cores" e depois, "Curvas...". Usando o mouse, desloque a linha do gráfico de maneira a acentuar um pouquinho os tons mais escuros e realçar os tons claros. Lembre-se que é para aumentar apenas um pouquinho só o contraste entre os tons claros e escuros:


Use essa ferramente com extrema cautela, sem exagerar nos limites de contraste. Se as tonalidades escuras ficarem muito fortes, os fios de cabelo mais finos desaparecerão por completo. Se as áreas claras se tornarem muito acentuadas, o fundo da foto não será removido adequadamente e o resultado esperado ficará comprometido. A perfeição - ou o desastre - no resultado final dependerá diretamente do que você fizer aqui.

PASSO 7

Na caixa de ferramentas do Gimp, escolha a ferramenta de Sub / Superexposição conforme mostra a imagem abaixo:


Com muito cuidado, calma e prestando muita atenção você aplicará subexposição no corpo da modelo, no rosto, nas roupas, e principalmente nos cabelos. Toda a área da foto que será aproveitada deverá se tornar branca. Da mesma forma, você aplicará superexposição nas áreas da imagem que deverão ser eliminadas. Essas áreas deverão se tornar o mais escuras o possível.


Primeiro, comece aplicando subexposição no rosto da modelo, fios de cabelos, roupas, corpo, enfim, todo que deverá ser aproveitado em nossa montagem. O objetivo é tornar toda essa área o mais branco possível.

Nas partes do rosto, roupas e onde o cabelo é mais cheio, não há maiores problemas, mas nas áreas onde os fios se tornam esvoaçados ali você precisará usar essa ferramenta com cuidado.

Nas regiões da foto onde os fios aparecem mais finos, lembre-se de não exagerar sob o risco do fundo da foto não ser removido por completo.

Ao usar a subexposição, a ferramenta oferece algumas configurações muito interessantes, conforme mostra a imagem acima.
Sombras: use para clarear intensamente as áreas do rosto, corpo e roupas que estiverem muito escurecidas.

Tons Médios: use para clarear as regiões neutras da foto, principalmente as áreas internas, longe dos pontos que necessitam um realce mais acentuado. No modo subexposição, essa opção distribui um clareamento por igual tanto nas áreas mais claras, quanto nas regiões mais escuras da foto. Por isso não é recomendado o uso de tons médios nos locais onde aparecem os fios de cabelos mais finos.

Tons claros: nessa configuração, a pintura com o pincel de subexposição realça ainda mais as áreas que estão mais claras, preservando as regiões escurecidas. Ideal para dar leve realçada nos fios mais finos de cabelo.


Conforme aplica-se a subexposição todo o rosto e corpo da modelo começará a ficar conforme pode ser visto na imagem acima. Observe que o processo de acabamento ainda não está completamente finalizado. Ainda há algumas áreas do rosto com manchas escuras. Essas áreas devem ser totalmente pintadas.

Atenção! Tome extremo cuidado para não preencher de branco minúsculos espaços vazios que existem entre os fios de cabelo.

PASSO 8

Finalizada a etapa de aplicar subexposição, chegou a hora de usar a superexposição para escurecer o máximo possível as regiões da foto que não serão aproveitadas.
Nossa intensão será que a imagem final se aproxime com a figura abaixo:


Embora seja desejável que o resultado fique um contraste bem definido entre as áreas brancas (o corpo da modelo) e pretas (a área a ser removida) da foto, não há a necessidade que o contraste elimine por completos áreas em meio-tons. Mesmo porque, essas áreas em meio-tons devem ocupar os minúsculos espaços vazios entre as mechas de cabelo ou mesmo a área ao redor de pequenos fios de cabelo isolados. Procure manter essas áreas intactas.

Mais uma vez repito! Cuidado com as áreas onde os fios de cabelo estão mais finos. Ao usar a superexposição, corre-se o risco de sumir com os pequenos fios. Nos locais onde as mechas de cabelo estiverem mais finas e esvoaçadas, a superexposição deve ser aplicada com cuidado com a finalidade de se preservar essas áreas.

Ao usar a superexposição, a ferramenta também oferece as configurações existentes na subexposição, porém ao invés de clarear, a superexposição escurece. Use as configurações de intervalo da seguinte maneira:


Sombras: use para escurecer definitivamente as áreas externas da foto que estão mais definidas, preservando as zonas claras. Boa opção para definir um maior contraste onde os cachos de cabelo estão mais definidos.

Tons Médios: No modo superexposição, essa opção distribui um escurecimento por igual tanto nas áreas mais claras, quanto nas regiões mais escuras da foto. Evite usar nos locais onde aparecem os fios de cabelos mais finos.

Tons claros: nessa configuração, a pintura com o pincel de superexposição enegrece de maneira mais intensa as regiões da foto muito claras. Não use esse modo nas regiões onde há fios de cabelo isolados.

Cuidado ao usar a superexposição nas áreas onde os fios de cabelo são mais finos, sob o risco de eliminar esses fios.

PASSO 9

Ao terminarmos de aplicar a subexposição e superexposição, estamos com as áreas a serem eliminadas totalmente negras; o corpo, roupa e cabelos da modelo totalmente brancos; e ainda os pequenos fios e regiões do cabelo com minúsculos espaços vazios em meio-tons. Estamos chegando na etapa final.


Conforme mostra a imagem acima, na janela de camadas (à direita), certifique-se que a camada com a foto principal esteja selecionada. Vá no menu "Camada", escolha a opção "Máscara" e "Adicionar Máscara de Camada..."


Ao surgir a janela de opções, defina a máscara de camada conforme mostra a imagem acima. A opção "Inverter Máscara" deve permanecer desativada. Estando tudo ok, clique no botão "Adicionar".

Estamos criando uma máscara com a nossa Cópia do Canal Verde, que trabalhamos até agora, sendo vinculada à nossa imagem principal da modelo.

Apesar de ser um recurso muito poderoso, extremamente prático e ser uma mão na roda na hora de facilitar vários processos de edição de imagem, as máscaras são um tanto desconhecidas de grande parte dos usuários.

Sua função pode ser comparada a uma película que aplicamos sobre a imagem para preservar determinadas áreas.

Um dos fundamentos do uso da máscara é que tudo que for pintado com a cor branca permanece intacto. Entretanto, o que tiver com a cor preta, essas áreas serão removidas da imagem. Este é um dos métodos mais eficientes de se recortar uma imagem, sem precisar usar ferramentas de seleção.


Veja que a máscara aplicada foi vinculada a nossa imagem original, conforme mostra a seta. A mascara protegeu o corpo da modelo e seus fios de cabelo mais finos. O restante da imagem foi eliminado.

Aplique a máscara em definitivo na imagem original, clicando na camada da mesma com o botão direito do mouse e escolhendo “Aplicar máscara á camada”.

PASSO 10

Nosso objetivo é aplicar a foto da modelo na imagem abaixo:


Abra com o Gimp a foto do plano de fundo que será aplicado à nossa imagem. Vá no menu “Selecionar" e escolha "Ver todas”. Depois vá em “Editar" e "Copiar”. Retorne à janela onde se encontra a imagem inicial que trabalhamos até agora. Vá no menu “Editar", "Colar como" e escolha "Nova camada”. Na janela de camadas, use o mouse para mover o plano de fundo para a parte de baixo da camada da foto da modelo. Efetue os ajustes necessários no plano de fundo. Talvez seja necessário usar a ferramenta “Redimensionar” para ajudar o tamanho plano de fundo de acordo com nossa imagem. Por fim, efetue os últimos ajustes necessários, como o posicionamento, por exemplo.

FINAL

Observe nos detalhes abaixo que mesmo os fios de cabelo mais finos foram preservados.


Muito bem, agora que você já sabe como fazer recortes de pessoas com cabelos esvoaçados, já pode começar a fazer suas próprias montagens. 

Você obteve sucesso usando este tutorial? 
Sinta-se livre para comentar aqui no blog como foi sua experiência!
tutorial feito pelo Luiz Rezende do blog valeucara.

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre