A imagem que fica nos olhos (ilusão de ótica)


Você já reparou que quando olha por algum tempo para alguma lâmpada acesa, aquela imagem parece que gruda nos olhos? Descubra um jeito legal de explorar essa ilusão de ótica formada na nossa retina:

O que acontece nesta experiência é simples: no fundo dos nossos olhos existe uma camada de células que captam a luz e mandam a informação para o cérebro. É como se elas fossem o sensor de uma câmera fotográfica digital.

Quando a gente fica muito tempo olhando para uma imagem ou uma cor, essas células ficam cansadas, e passam a enxergar essa cor um pouco menos. Como consequência, a gente acaba enxergando mais a cor oposta. Por exemplo, se você fixar o olho em uma letra X branca, vai começar a enxergar um X preto (a cor oposta).

Esse efeito fica muito interessante quando olhamos para imagens que estão em negativo (com todas as cores invertidas), pois nossos olhos se cansam do inverso daquelas cores, ou seja, quando a gente deixa de olhar essas imagens, passa a enxergar uma imagem com cores reais.

O efeito dura por algumas dezenas de segundos, mas é suficiente para que a gente consiga ver uma bandeira, uma paisagem ou mesmo reconhecer um rosto humano nessa “imagem-fantasma”.

Um aviso importante: jamais fique olhando para pontos de luz muito fortes, como o sol ou o farol de um carro à noite, pois isso pode machucar os seus olhos.

Veja mais imagens invertidas que formam ilusões de ótica

Fixe os olhos por pelo menos 15 segundos no ponto vermelho (sem piscar) e depois pisque olhando para uma parede branca.

Gisele Bündchen
Foto: Tiago Chediak /Flickr/Wikimedia Commons

Arco-íris

Cristo Redentor
Foto: Adriano Carvalho/Stock.xchng

Bandeira de Portugal

O Melhor do Melhor do Mundo

Bandeira do Brasil

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre