Driver Open source para Linux oferece aceleração 3D para todas as placas de vídeo GeForce

O driver de código aberto Nouveau do atual ramo de desenvolvimento do Kernel Linux 3.8 adquiriu recentemente tudo o que é necessário para suportar os recursos de aceleração 3D de qualquer placa de vídeo GeForce. Juntamente com a versão atual do libdrm e do driver Nouveau 3D em Mesa 3D 9.0, o que permite aplicações do sistema GNU/Linux usarem a aceleração 3D, mesmo com os mais recentes cartões de vídeo GeForce.

Os drivers Nouveau em versões estáveis ​​do kernel Linux já suporta os recursos de aceleração de todos os chips GeForce, no entanto, com alguns cartões atuais mid-range e high-end, podiam ser utilizados apenas depois de ajustes manuais. Isto devido à aceleração só estar disponível com o firmware do driver proprietário da NVIDIA que faz parte da família NVC0.

Pouco antes da véspera de Ano Novo (e, portanto, após a conclusão da fase de desenvolvimento do Linux 3.8), modificações feitas por Linus Torvalds integraram-se com várias outras escritas por Ben Skeggs, da RED HAT, permitem que o driver Nouveau use o firmware para os mencionados processadores gráficos.

As últimas modificações devem permitir que o driver Nouveau tenha suporte às funcionalidades de aceleração de qualquer chip GeForce atual. Os drivers de código aberto Linux da AMD e Intel também pode usar os recursos 3D de quase todos chips gráficos. Isto significa que, em última instância, os drivers de código aberto usados ​​em distribuições GNU/Linux populares agora suportam aceleração 3D com quase todos os chips gráficos que estão disponíveis atualmente no mercado de PC.

A única corrente de exceção, comercialmente relevantes são os núcleos gráficos na geração da AMD Southern Islands generation que são utilizados nos últimos modelos mid-range e high-end Radeon HD 7750-7970. Drivers de código aberto para esses núcleos estão sendo desenvolvidos em cooperação com os desenvolvedores da AMD.

Os desenvolvedores do driver Nouveau não recebem qualquer apoio da NVIDIA e usam técnicas de engenharia reversa para obter a informação que precisam. Apesar de ser um marco recente, o driver proprietário da NVIDIA continuará a ser a melhor escolha para muitas áreas de uso, como o driver Nouveau só oferece suporte rudimentar ou não tem uma cobertura abrangente para todas as características dos chips.

O driver de código aberto ainda não pode alternar entre o chip gráfico e várias velocidades de memória como é utilizado por muitos cartões atuais e muitas vezes faz com que a placa de vídeo funcione mais lentamente - o desempenho 3D que é possível e suficiente para rodar os recursos 3D dos desktops tGnome Shell e Unity, mas fica bem atrás do que o driver proprietário da NVIDIA é capaz de fazer, por enquanto!

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre