LibreOffice Draw - vetorização de logotipo


Existem dois tipos de imagens: bitmap e vetorial. Imagens bitmap são imagens de mapa de bits compostas por "pequenos quadrados" que formam a imagem. São os tipos utilizados em máquinas fotográficas (PNG, TIFF, JPG, JPEG e etc). Imagens vetoriais são imagens geradas a partir de descrições geométricas. Por serem baseados em vetores, esses gráficos são mais leves (ocupam menos espaço em disco) e não perdem qualidade ao serem ampliados, já que as funções matemáticas adequam-se facilmente ao redimensionamento.

VETORIZANDO LOGOTIPO NO LIBREOFFICE DRAW

Para vetorizar imagens do LibreOffice Draw, faça:

0 - com o Draw aberto, clique no menu "Inserir > Figura...":


1 - escolha a imagem a ser utilizada. Neste nosso exemplo utilizaremos o logo do sistema operacional Android:


2 - antes de iniciarmos, vamos fazer um pequeno ajuste. Clique no menu "Ferramentas > Opções". No diálogo de opções, clique em "LibreOffice Draw > Grade" e desmarque a opção "Encaixar na grade" para ter mais liberdade e precisão ao redimensionar as formas que serão criadas. Clique no botão "OK" para voltar à área de desenho:


3 - de volta à área do desenho, clique na ferramenta "Formas simples > Retângulo, arredondado". Veja que não é possível criar um retângulo e em seguida mudar a propriedade dos cantos, mas o programa já oferece um com cantos arredondados configuráveis:


4 - crie uma forma que coincida com a largura e que ultrapasse a altura do tronco do android:

Para facilitar os ajustes nos tamanhos da forma, mude a opacidade da mesma através do painel lateral, no grupo "Área", mude a "Transparência" para 20%: 


5 - o pequeno ponto preto serve para aumentar ou diminuir o arredondamento dos cantos:


Use-o para ajustar os cantos inferiores da forma do logo original:


6 - na Caixa de Ferramentas, selecione a ferramenta "Retângulo": 


Desenhe um retângulo de forma que ele comece no topo do tronco e ultrapasse um pouco:


Clique no menu "Modificar > Formas > Subtrair":


Teremos o o tronco vetorizado:


7 - na Caixa de Ferramentas selecione a ferramenta "Elipse":


Desenhe uma elipse que coincida com o contorno da cabeça do Android:


Utilizando novamente a ferramenta Retângulo, crie uma forma retangular que coincida com o limite da base da cabeça do Android:


Clique no menu "Modificar > Formas > Subtrair". Teremos o seguinte resultado:


8 - utilizando a ferramenta Elipse crie duas que coincida com o tamanho de cada olho e posicione-as para coincidir com os olhos. Clique no menu "Modificar > Alinhamento > Centro" (ou utilize a barra de figuras para obter o mesmo resultado): 


Com os olhos ainda selecionado, clique no menu "Modificar > Combinar" para transformar as duas formas em uma única:


Agora com os olhos ainda selecionados, mantenha pressionada a tecla SHIFT enquanto clica sobre a cabeça para selecioná-la também:


Clique no menu "Modificar > Formas > Subtrair" para aparar os olhos. Agora a cabeça é uma única forma.

9 - com a cabeça ainda selecionada, mantenha pressionada a tecla SHIFT enquanto clica sobre a forma o tronco (a telha SHIFT é para não desmarcar a seleção anterior). Com as duas formas selecionadas, clique no menu "Modificar > Formas > Mesclar":


Teremos o seguinte resultado:


10 - clique na ferramenta "Formas simples > Retângulo, arredondado":



Desenhe uma forma do tamanho do braço do androide:


Através do ponto de modificação, ajustes os cantos para coincidir com a forma do braço:


Até obter o seguinte resultado:


Clique no menu "Editar > Dplicar" (ou tecle SHIFT+F3). No número de cópias digite 4:

 

Teremos o seguinte resultado:


Distribua uma forma para o outro braço, outras duas para as pernas e a última usaremos para criar as antenas:

 

Após posicioná-las, selecione as formas do tronco, cabeça, braços e pernas. Com todas as formas selecionadas clique em "Modificar > Formas > Mesclar" para tornar todas as formas citadas em uma única:

11 - agora só faltam as antenas. Utilizando as propriedades de "Posição e tamanho", mude a largura da forma que sobrou para a largura da antena do androide:


Com a forma selecionada, clique mais uma fez sobre ela para entrar no modo de transformação. Veja que os pontos das extremidades mudam de quadrados para círculos com cor alaranjada. o ponto central é chamado de ponto de fuga, ao transformamos qualquer objeto, como girar por exemplo, ele será a referência para a operação:

 

Arraste-o para o topo da antena do androide:


Arraste um dos pontos para girar a forma de maneira que ela coincida com a posição da antena:

 

Uma vez posicionada, duplique-a:


Através das propriedades do painel lateral, em "posição e tamanho" clique no botão "Inverter objeto horizontalmente":

 

Posicione-a para coincidir com a segunda antena:

 

Selecione todas as formas (corpo e antenas) e clique no menu "Modificar > Formas > Mesclar":


12 - agora só falta deixar o androide com sua cor original. Clique na pequena seta ao lado do ícone da ferramenta "Cor de Preenchimento". Cliquem em "Cores personalizadas...":

 

Nos valores RGB digite: vermelho=165, verde=198 e azul=69. Clique no botão "OK" para finalizar

 

Teremos o seguinte resultado. Utilizando-se das propriedades do painel lateral, remova o contorno:

 

E finalmente teremos o logotipo do Android vetorizado:


Download logo_android.odg

Fonte e Créditos: aqui

0 comentários:

Conhecendo o Nautilus Scripts Customizado - Imagens Úteis


Para usuários do desktop GNOME, o  Nautilus é um dos aplicativos usados mais frequentemente. Ele trata todas as tarefas de copiar, mover, renomear e procurar arquivos com uma interface gráfica simples. À primeira vista, parece que não existem muitas coisas relacionadas a arquivos que o Nautilus não pode fazer.

Os desenvolvedores de Nautilus forneceram várias formas de incluir uma funcionalidade nova sem abrir a base de código principal. O método mais simples é usar um Bash ou shell script que executa uma série de comandos que você geralmente executaria a partir de um prompt de terminal. Esse método permite experimentar os comandos para se certificar de que eles façam o que você quer que eles façam primeiramente.

Scripts no Nautilus

O primeiro método para estender o Nautilus é por meio de um diretório especial localizado em "/home/seu-usuario/.local/share/nautilus/scripts/", como é um diretório oculto, use "CTRL+H" para mostrar os arquivos e diretórios ocultos em seu diretório de usuário.

Todos os arquivos executáveis colocados nesse diretório aparecem quando clicamos com o botão direito do mouse em dentro das janelas do Nautilus e levamos o mesmo sobre a opção "Scripts".

Veja na imagem abaixo, o nosso menu de Scripts > Imagens > Uteis:

Hoje apresentaremos alguns scripts úteis para trabalhar com 2 tarefas que consideramos bem importantes em nosso dia a dia, Renomear Arquivos & Capturar Telas, usaremos somente os Scripts, porém não precisaremos abrir o terminal...

Observação: O que apresento aqui, sobre os scripts citados e suas localizações, só servem para quem usa a Customização VRlivre/Liberdade e que mantém a mesma atualizada conforme orientações recebidas, para saber mais sobre nossa Customização, clique aqui

Para usar os Scripts, basta estar dentro da pasta "home" do usuário e na pasta que deseja trabalhar, que em nosso caso e "/home/professor/nodasuapasta" > ir em cima de um arquivo > usar o botão direito do mouse > Scripts > Imagens > Uteis > e escolher o que mais lhe convém no momento.

Renomeando imagens em Lote

Imagine o seguinte cenário: Você saiu de férias e com o advento das máquinas digitais, aproveitou e tirou umas centenas de fotos (em formato .jpg ou .png), porém as imagens tem aqueles montes de letras e números sem sentido e você gostaria de renomear estas imagens para nomes mais sugestivos, bem esse Script faz essa mágica e permite que você renomeie ao mesmo tempo quantas imagens desejar.

Basta pegar a quantidade de imagens (não importa quantas), criar uma pasta na sua pasta de usuário e colocar as imagens dentro desta pasta, agora com o botão direito do mouse, dê um clique em qualquer área vazia nesta pasta e escolha o Script adequado.

Uma barra de progresso vai surgir e em seguida aparecerá uma caixinha perguntando o nome que você quer dar para as imagens da pasta, digite o nome desejado e aperte "OK", o resto é por conta do Script, ele colocará o mesmo nome em todas as imagens e acrescentará uma numeração nas mesmas, tipo: piscina1, piscina2, piscina3, etc.... 

Obs.: Como sempre existem alguns parâmetros neste Script que podem (devem) ser modificados de acordo com a sua necessidade.

E o mais importante, compartilhe as suas melhorias e modificações, a comunidade GNU/Linux vai agradecer.

Script Renomear fotos jpg


##!/bin/bash
#virmal_divx 2015

(
echo "# Estamos trabalhando, por favor aguarde o processo terminar !!!"

tt=`zenity --width=500 --entry --title "Renomeando Fotos" --text "Digite o nome padrão para as suas fotos, exemplo: foto ou imagem"`
ctd=1 ; for i in *.jpg ; do mv $i $tt${ctd}.jpg ; ((ctd++)) ; done

echo "# Trabalho terminado !!! Bom trabalho!!!!"
) | zenity --progress --width 200 --height 100 --title "Informação do Sistema" --text "Trabalhando..." --pulsate --auto-close


Script Renomear fotos png

##!/bin/bash
#virmal_divx 2015

(
echo "# Estamos trabalhando, por favor aguarde o processo terminar !!!"

tt=`zenity --width=500 --entry --title "Renomeando Fotos" --text "Digite o nome padrão para as suas fotos, exemplo: foto ou imagem"`
ctd=1 ; for i in *.png ; do mv $i $tt${ctd}.png ; ((ctd++)) ; done

echo "# Trabalho terminado !!! Bom trabalho!!!!"
) | zenity --progress --width 200 --height 100 --title "Informação do Sistema" --text "Trabalhando..." --pulsate --auto-close


Script Capturar telas

O Script de é bem simples, porém muito útil para quem monta tutoriais ou apostilas, onde se faz necessário a captura das telas dos aplicativos para serem inseridos nos mesmos.

A grande tacada deste Script é que no final de suas capturas de tela, ele vai gerar um arquivo em formato .pdf, onde você já vai ter uma apresentação de slides com as telas que você capturou, para isso basta que ao salvar os arquivos você o faça em uma sequencia lógica, exemplo: tela01.png, tela02.png, tela03.png e assim por diante.

Mas claro que sabemos que existem diversos aplicativos que capturam telas, poderia até citar aqui o "ksnapshot - KDE" e o "gnome-snapshot - GNOME", porém a nossa intenção aqui é mostrar que podemos construir diversas soluções rápidas e eficientes, usando um pouquinho de conhecimento em "Shell Script" e a possibilidade de integração com o "Nautilus".
Ao acionar o Script, você será perguntado sobre um nome e um local para salvar a imagem que será capturada (.png), assim que fizer isso o ponteiro do mouse se transformará em uma pequena cruz, agora vem a parte interessante, você pode usar essa cruz de 2 formas:
  • Se quiser capturar a tela toda, basta dar um clique com o mouse em qualquer lugar da tela;
  • Se quiser capturar somente um pedaço ou parte de alguma janela, basta usar o mouse com o botão esquerdo e selecionar a parte da tela que lhe interessa;  
Obs.: Como sempre existem alguns parâmetros neste Script que podem (devem) ser modificados de acordo com a sua necessidade.

E o mais importante, compartilhe as suas melhorias e modificações, a comunidade GNU/Linux vai agradecer.


##!/bin/bash
#virmal_divx 2015

a1=`zenity --file-selection --confirm-overwrite --save --title="De um nome ao seu arquivo"`
import $a1.png
convert *.png arquivo.pdf


Até mais....

0 comentários:

Conhecendo o Nautilus Scripts Customizado - Imagens Rotacionar


Para usuários do desktop GNOME, o  Nautilus é um dos aplicativos usados mais frequentemente. Ele trata todas as tarefas de copiar, mover, renomear e procurar arquivos com uma interface gráfica simples. À primeira vista, parece que não existem muitas coisas relacionadas a arquivos que o Nautilus não pode fazer.

Os desenvolvedores de Nautilus forneceram várias formas de incluir uma funcionalidade nova sem abrir a base de código principal. O método mais simples é usar um Bash ou shell script que executa uma série de comandos que você geralmente executaria a partir de um prompt de terminal. Esse método permite experimentar os comandos para se certificar de que eles façam o que você quer que eles façam primeiramente.

Scripts no Nautilus

O primeiro método para estender o Nautilus é por meio de um diretório especial localizado em "/home/seu-usuario/.local/share/nautilus/scripts/", como é um diretório oculto, use "CTRL+H" para mostrar os arquivos e diretórios ocultos em seu diretório de usuário.

Todos os arquivos executáveis colocados nesse diretório aparecem quando clicamos com o botão direito do mouse em dentro das janelas do Nautilus e levamos o mesmo sobre a opção "Scripts".

Veja na imagem abaixo, o nosso menu de Scripts > Imagens > Rotacionar:

Hoje apresentaremos alguns scripts para trabalhar com imagens, no que diz respeito a colocação de Rotacionar Imagens, sem precisar abrir o GIMP ou outro aplicativo de edição/manipulação de imagens, usaremos somente os Scripts, porém não precisaremos abrir o terminal...

Observação: O que apresento aqui, sobre os scripts citados e suas localizações, só servem para quem usa a Customização VRlivre/Liberdade e que mantém a mesma atualizada conforme orientações recebidas, para saber mais sobre nossa Customização, clique aqui

Para usar os Scripts, basta colocar suas imagens em uma pasta dentro da pasta "home" do usuário, que em nosso caso e "/home/professor/nodasuapasta" > ir em cima de uma das imagens > usar o botão direito do mouse > Scripts > Imagens > Rotacionar > e escolher o que mais lhe convém no momento.

Abaixo você tem a imagem original que usaremos em todas as demostrações:

Girar para a Direita

Girar para a Direita

Espelhar na Horizontal

Espelhar na Horizontal

Até mais....

0 comentários:

O conteúdo deste blog/site pode e deve ser divulgado, conforme lei a 9.610/98 meus direitos estão assegurados, portanto eu permito a copia e reprodução gratuita, seja total ou parcial, não acarretando qualquer onûs financeiro aos interessados, porém, vedo o uso para fins lucrativos, toda reprodução para o público deve citar a fonte extraída, no caso o Técnico Linux - O Espaço do Software Livre e seja citada junto com um link para a postagem original, onde a referência deve estar numa fonte de tamanho igual ou maior a do texto, obviamente que os links citados não estão sujeitos ao mesmo termo. O conteúdo textual original desta página está disponível sob a licença GNU FDL 1.2.

Todas as marcas citadas pertencem aos seus respectivos proprietários. Os direitos autorais de todas as ilustrações pertencem aos respectivos autores, e elas são reproduzidas na intenção de atender ao disposto no art. 46 da Lei 9.610 - se ainda assim alguma delas infringe direito seu, entre em contato para que possamos removê-la imediatamente ou ainda lhe dar os devidos créditos.

Copyright © 2016 O Espaço do Software Livre